© 2016 Close & Safe - Design por 2look Design.

Resolução Alternativa de Litígios | Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo de Lisboa
Rua dos Douradores, nº 116 – 2º - 1100 – 207 Lisboa | Telefone 218 807 030 Fax: 218 807 038
www.centroarbitragemlisboa.pt | director@centroarbitragemlisboa.pt |  jurídico@centroarbitragemlisboa.pt 

  • Facebook - Close-safe
Siga-nos

A Close and Safe respeita as normas legais relativas ao tratamento e privacidade dos dados pessoais não os partilhando com terceiros.todos os dados recolhidos por preenchimento de formularios, estarão protegidos em bases de dados seguras - site seguro) e serão eliminados após contacto.

Manutenção de Barras Antipânico

As barras antipânico e/ou dispositivos de emergência são necessários nos casos em que as portas se situam em caminhos de evacuação, quer as portas sejam ou não corta-fogo. No caso destas serem corta-fogo, assumem simultaneamente a função de compartimentação ao fogo e de saída de emergência. Estes dispositivos, associados a fechaduras antipânico, facilitam a abertura fácil e rápida das portas nelas instalados.

Vários são os modelos, tipos e acabamentos das barras antipânico disponíveis. Estas podem ser de alavanca ou de pressão, de sobrepor ou de embutir (associadas a fechaduras antipânico), mas a sua função é sempre permitir a abertura da(s) porta(s) no sentido da evacuação.

Tratando-se de um acessório fundamental nas portas de emergência, é importantíssimo garantir e manter a sua funcionalidade, devendo sofrer uma Inspeção e Manutenção Periódica por parte das equipas de manutenção. Contudo, esta não deve ser analisada isoladamente, devendo todo o conjunto (porta e acessórios) funcionar como um todo.

Assim, na Inspeção e Manutenção Periódica realizada pela CLOSE & SAFE, as barras antipânico são alvo de:

  • Controlo do seu estado visível e dos seus componentes;

  • Verificação do seu funcionamento e do desgaste dos componentes interno, como molas e pernos;

  • Limpeza interior, lubrificação interna, aperto e reajuste da barra e dos seus componentes (horizontais e verticais) e afinação;

  • Verificação e ajuste das quadras de ligação à fechadura antipânico (no caso de barras antipânico de sobrepor);

  • Verificação final de funcionamento.