© 2016 Close & Safe - Design por 2look Design.

Resolução Alternativa de Litígios | Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo de Lisboa
Rua dos Douradores, nº 116 – 2º - 1100 – 207 Lisboa | Telefone 218 807 030 Fax: 218 807 038
www.centroarbitragemlisboa.pt | director@centroarbitragemlisboa.pt |  jurídico@centroarbitragemlisboa.pt 

  • Facebook - Close-safe
Siga-nos

A Close and Safe respeita as normas legais relativas ao tratamento e privacidade dos dados pessoais não os partilhando com terceiros.todos os dados recolhidos por preenchimento de formularios, estarão protegidos em bases de dados seguras - site seguro) e serão eliminados após contacto.

Manutenção em Portas Evacuação

As portas de emergência são portas que se encontram em caminhos de evacuação e têm como finalidade permitir a fuga para locais seguros dos ocupantes dos edifícios, em caso de emergência. As portas de emergência serão portas corta-fogo caso se encontrem instaladas em fronteiras de fogo, mas quando não estão nestas fronteiras, não são corta-fogo.

Tratando-se de uma porta em caminho de emergência, esta tem que ter a possibilidade de abertura no sentido de fuga, de forma a permitir a evacuação do edifício. Isto é conseguido através da aplicação de fechadura antipânico (associada a puxadores antipânico e/ou a barra antipânico) que permite a sua abertura no sentido de fuga, mesmo que fechada à chave. Este não é um equipamento que fique inerte aguardando o momento de “entrar em cena”, sendo geralmente aberta e fechada diversas vezes durante o dia.

A inspeção e manutenção regular destes equipamentos é fundamental para que possam ser mantidos operacionais e garantam a devida fuga, caso venham a ser solicitados. Tão importante quando a manutenção da porta de emergência é o estado da saída de emergência. É comum que por vezes sejam utilizadas como depósitos temporários de diversos objetos. Acontece que emergências não têm o hábito de marcar hora, e objetos em colocados nestes locais dificultarão a passagem das pessoas. Assim, estas portas:

  • Não se encontrarem obstruídas, quer nos caminhos de acesso, quer na zona de passagem;

  • Ser inspecionadas regularmente de forma a garantir o seu bom estado e dos seus acessórios, verificando que não existem deformações e anomalias;

  • Ser regularmente submetidas a procedimentos de verificação e manutenção de todos os seus componentes.

  • Caso se tratem igualmente de portas corta-fogo, dever-se-á ter igualmente em atenção as considerações apresentadas para estes equipamentos

A CLOSE & SAFE, na sua ação de Vistorias Técnicas, inspeciona e testa todos os equipamentos, verificando a sua funcionalidade, operacionalidade e estado, identificando as eventuais necessidades de intervenção. A nossa Inspeção e Manutenção Periódica destes equipamentos, assenta nos seguintes pontos, entre outros:

  • Controlo do estado visível da porta e seus componentes;

  • Ensaio de abertura e fecho da porta, com atenção especial para a verificação da abertura da porta por ação fechadura e barra antipânico;

  • Verificação do estado dos puxadores, fechaduras, barras antipânico, molas hidráulicas…;

  • Verificação do estado de desgaste das dobradiças, respetiva limpeza e lubrificação;

  • Limpeza de todos os acessórios da porta, lubrificação, aperto/reajuste e afinação, podendo ser desmontados alguns dos seus componentes de forma a permitir a sua adequada limpeza e lubrificação;

  • Verificação dos dispositivos eletromagnéticos (caso existam), reajuste, aperto e afinação, caso se verifique a sua necessidade;

  • Afinação final da porta corta-fogo, comprovando o correto e adequado funcionamento de todos os seus acessórios, ensaios de confirmação de abertura e fecho adequado.